quarta-feira, 11 de maio de 2016

FREI APOLÔNIO TROESI

 
 
 
Frei Apolônio, tu foste um demolidor!
Destruíste tanta fome e pobreza
Com, do Amor, a sã nobreza,
Para, da paz, tu seres construtor.
 
Trajando, ó capuchinho, a chama e a beleza
Do ardor missionário, em seu pleno fulgor;
Sendo das letras clássicas, bom mestre e cultor,
Fizeste-te, do Evangelho, com esmero, servidor.
 
De Cristo, sacerdote com lâmpada acendida;
Imerso no mistério do altar: a Eucaristia;
Na caridade aos pobres, trilhaste tua vida
Até no sofrimento, qual hóstia oferecida.
 
Vivendo a poesia, no crepitar dos símbolos,
Com alma de infante brincante e confiante
Seguiste, com Daniel, o Cordeiro auto-imolante,
Passando ao Deus-Amor. Eis o teu lugar mais lindo.
 
Por: Frei Jonas Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário