sexta-feira, 20 de maio de 2016

PEREGRINO DA ALEGRIA - POEMA

 
 
 
Frei João Franco, missionário do Senhor,
Com tempera forjada no Amor;
Franciscano-capuchinho com ardor;
Sacerdote de Cristo, em candor.
 
Frade de alma e vigor juvenis,
Não obstante, na existência, ser senil.
Atleta das Missões! Disposição, mil!
Nele, pastor Misericordioso, o povo  viu.
 
Fraterno é João Franco, entre os Coirmãos;
Na assistência aos Terceiros; nas missões.
Peregrino da Alegria, a todos os rincões.
 
Para os mais novos frades, como bom vovô,
Trazendo, bons conselhos; é, sempre, acolhedor;
Da força do Evangelho, expandindo o fulgor.
 
 ***
 
Por: Frei Jonas Silva


quarta-feira, 11 de maio de 2016

FREI APOLÔNIO TROESI

 
 
 
Frei Apolônio, tu foste um demolidor!
Destruíste tanta fome e pobreza
Com, do Amor, a sã nobreza,
Para, da paz, tu seres construtor.
 
Trajando, ó capuchinho, a chama e a beleza
Do ardor missionário, em seu pleno fulgor;
Sendo das letras clássicas, bom mestre e cultor,
Fizeste-te, do Evangelho, com esmero, servidor.
 
De Cristo, sacerdote com lâmpada acendida;
Imerso no mistério do altar: a Eucaristia;
Na caridade aos pobres, trilhaste tua vida
Até no sofrimento, qual hóstia oferecida.
 
Vivendo a poesia, no crepitar dos símbolos,
Com alma de infante brincante e confiante
Seguiste, com Daniel, o Cordeiro auto-imolante,
Passando ao Deus-Amor. Eis o teu lugar mais lindo.
 
Por: Frei Jonas Silva


sábado, 7 de maio de 2016

DONA ANTÔNIA, MAMÃE

 
(À mamãe, Antônia do Carmo; com amor e gratidão!)
 
 
Mãe, singular dom divino,

Fruto do Amor bem vivido,

Vives teu mistério nisso,

Pois em ti, o Amor é crível.

 

Dona Antônia, em teu caminho

Geraste-me;tens-me filho;

Embalaste-me nos hinos

E nos conselhos transmitidos.

 

Mãe “Do Carmo”, foram teus ensinos

Na senda viva crescidos;

Nos teus exemplos, enaltecidos;

E do Evangelho, preenchidos.

 

A ti, mamãe, dou este mimo:

Dos cantares, o dos mais merecidos;

Do meu coração, bem-nascido;

E aos teus louvores, acrescido.

 

Ó terna mãe, do meu íntimo,

Brota o poema em teu ritmo!