sábado, 5 de maio de 2012

AMIGA



    À Luciane Moraes  

Sabe amiga?! Você me é
Um caro enigma,
Desdobrando-se nos véus
Do carinho; da amizade,
Do amor.

Querida amiga! Tu me és
Um dom: preciosíssima!
Graça de Deus, bem feminina,
Pessoa humana,
Irmã singular. 

Graciosa amiga! Tua alma me é
Pura e pueril.
 Perante um mundo, sujo-frio-fechado,
Um mundo sem nenhum encanto.
Aí te faço o meu canto! 

Humana amiga! Quero-te bem,
 Com amor sincero,
Na paz fraternal, de seres sempre,
Em teu mistério:
Sagrada amiga! 

São Luís – MA, 11 de março de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário